segunda-feira, 15 de abril de 2013

De bem com meus botões




Sabe aqueles dias em que tu acorda com uma vontade enorme de viver, com uma alegria imensa para sorrir, com um desejo de ser feliz. Bom estou nesses dias hoje. Acordei super disposta para fazer minhas tarefas, creio que a semana de provas na escola me animou.
Acordei mais cedo do que o comum, tomei um banho para despertar, preparei a mesa do café pois ninguém ainda havia acordado, ouvi as gravações de estudo que fiz no fim de semana para a prova de hoje, relembrei as anotações colocadas nos papeizinhos de colar rosa.
Sai de casa um pouco mais cedo, hoje estava precisando refletir sobre a vida, sobre meus atos, e sobre meus medos, por morar tão perto da escola, tentei fazer um trajeto mais longo para rever meus conceitos.
Chegando até a escola, fico muito triste pois percebi que minha amiga novamente não compareceu, por estar triste com fatos de sexta-feira a noite. Confesso que não gosto de vê-lá assim. Mas é preciso que eu a deixe tomar suas decisões, fiz minha parte conversei, aconselhei, espero que ela tenha ouvido.
Fiz uma boa prova, tenho por mim (risos). Sai da escola um pouco mais cedo pelo fato da prova ter sido na ultima aula, aproveitei e vim almoçar em casa com minha família. Limpei e organizei meu quarto. Estudei para as provas de amanhã.
E agora já não estou mais tão bem, e já nem sei o motivo de tudo isso, realmente sou uma guria confusa. Meus atos, me fazem pensar de mais, as vezes tenho medo. Mas qual o ser que não tem? Lidar com os medos de nossos atos faz parte do nosso instinto. Pensar e refletir... É completamente normal como diria Descart '' PENSO LOGO EXISTO '' .
Talvez esse meu jeito estranha de ser é pelo fato de nem um ser humano ser perfeito, e ter que lidar com tantos defeitos. É complicado aceita que erramos. Sem saber como concertar o que fizemos. Mas para que vou mudar  que já foi feito? Se de aprendizagem meus erros me serviram?
Não consigo explicar, somente posso dizer, que hoje eu acordei bem para viver!

Nenhum comentário:

Postar um comentário