quinta-feira, 18 de abril de 2013

O Retorno.




Tentei ir dormir mais cedo para descansar, e fazer boas provas amanhã, para fechar essa semana de correria, mas não consegui, então voltei para o computador, e trocar uma ideia com a minha amiga que também não dorme bem Marielen Romanna escritora do blog Pixe e Violeta
Bom hoje estou muito ansiosa, amanhã as provas vão ser complicadas, e  após a aula vou arrumar minhas malas e para passar o fim de semana na casa da minha vó. 
Adorei a noticia que vou pra lá, vai ser bom estou precisando distrair a cabeça, tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, tanta confusão, são tantos medos, tantas ilusões. E as vezes ficar longe de casa é bom, é bom refletir longe daqui, olha pro nada e pensar em tudo, ou olhar pro tudo e pensar no nada. 
O tempo é tão complexo, as lembranças são tão intensas... Eu gostaria tanto de saber o porque as vezes ainda me pego pensando nele, se ele é quem me fez tão mal. É muito difícil conseguir esquecer quem tanto me faz sofrer. 
Gostaria de saber quanto tempo é necessário até conseguirmos entender que o amor não é chorar, não é sofrer, não é gostar de ser mal tratada, não nada disso. Eu só gostaria de apagar as lembranças que dele eu ainda tenho, gostaria de não lembrar de nada do que vive ao lado de tal. Mas essas imagens vagam pela minha mente, como algo que me assombra. 
Mas de verdade mesmo, não importa mais essas lembranças; chega desse ''Eu gostaria'' vamos lá guria atitude, vença seus medos, chega não quero mais sofrer, não quero mais chorar, eu quero viver, eu quero se feliz, quero perder meu medo de me apaixonar de novo com medo de sofrer, eu quero muito e voltar a ser quem eu sempre fui. 
Não é possível alguém conseguir mudar tanto a vida de outro ser, não tem como isso acontecer, porém comigo aconteceu. E eu aprendi que não nasce pra sofrer, ele ta bem sim esta, e eu já me vi ficar bem por velo assim, mas não quero mais isso, minha felicidade não depende da de outra pessoa. 
Sabe de uma coisa gurias, eu vou é me amar mais e ser feliz. Chega de ser essa tolinha a guriazinha aqui voltou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário