sábado, 6 de julho de 2013

Carta para um Anjo!



Querido Anjo! 


Hoje faz trés anos e um mês que você partiu, e me deixou um vazio enorme no peito! Hoje vi ao seu pai, a sua prima, hoje pensei em você somente no fim da tarde, mas durante a semana toda meu pensamento estavam fixados naquele dia estranho, chuvoso, gelado. 
Eu estava viajando, na fila pro café da manhã seu nome me veio a cabeça, e eu sorri sozinha feito boba, ao chegar no quarto veio a noticia, ''O Rafa morreu Maura'', eu fiquei meio que sem chão, e como sempre preferi não acreditar. Sabe eu sentia como se tudo aquilo fosse um pesadelo ruim que passaria em breve. 
Meu jeito de respirar mudou naquela manhã! Pegamos o ônibus de volta pra casa, e eu que não gosto de viajar na janela, vim olhando a passagem e pensando, tentando entender ''O POR QUE DE SER VOCÊ!'', foi tudo tão cruel, não precisava ter sido assim, não precisava. 
Pior é saber que nem me despedir de ti direito eu pude, o ultimo dia que nos vemos eu estava atrasada e você no serviço, como sempre brincou. Lembra? Você costumava me chamar de minha morena! Nesse dia eu sorri pra você somente, e você me disse '' Seu sorriso vai ficar pra sempre comigo'', mas como já dizia ao poeta o Pra sempre, sempre acaba! E o seu pra sempre foi tão pouco. Mas você ainda esta com ele guardado? Não está? Espero que esteja pois hoje somente lagrimas podem sair de dentro desse coração, lagrimas verdadeiras, lagrimas e lagrimas! 
Hoje só te escrevo esta carta pra dizer, que estou sentindo sua falta, mas ao mesmo tempo sua presença me tocando, não sei o porque mas hoje eu precisava de você aqui, talvez só pra te dizer como a Gabi estava falante e toda iluminada, ou então pra te contar que estou amando, pra te pedir conselhos, hoje eu só precisava de você junto comigo, hoje eu queria te dar aquele abraço que não pude dar, te beijar ao rosto, hoje eu queria te dizer obrigada por tudo, hoje eu queria te pedi perdão pela minha pressa no nosso ultimo encontro em vida, hoje somente hoje eu posso sentir o arrependimento de não ter dito a você TE AMO, hoje eu sinto saudade do que se foi, sinto saudades de você! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário