quinta-feira, 25 de julho de 2013

Diário de uma Católica!




Infelizmente não conseguir para o Rio de Janeiro para estar presente na JMJ (Jornada Mundial da Juventude), mas me fiz presente viajando quase seis horas para ver a missa do papa, (que para nós católicos é muito mais que uma pessoa é o representante de Deus na Terra) na cidade Aparecida do Norte.
Poderia dizer que a viagem foi uma ''merda'', tomei chuva passei fome, sede, frio, varei a noite acordada, mas foi a melhor da minha vida. Pensa bem centenas de pessoas em um só lugar todos com frio e fome, esperando que os portões focem abertos, ao em vez de reclamar cantavam lindamente para Nossa Senhora, olhava para os lados e todos cantavam junto, e rezavam juntos, era como se ali não houvesse desconhecidos, alias não havia mesmo estavam todos entre irmãos do mesmo cristo.
Após um pouco mais de quatro horas finalmente começavam os primeiros passos, rumo ao santuário, com muito sacrifício chegamos, estávamos lá a garoa já tinha parado, demos até um certo ''Ufaaaa!'', mas veio a chuva, e os cobertores que nos aquecia ficaram ensopados, as mãos tremiam de tanto frio, meu corpo estava cansado não aguentava mais, mas algo chamado FÉ me ergueu e eu consegui ficar mas um pouco.
Bom não conseguir ver o papa de perto, mas mesmo de longe foi a melhor sensação, eu esperei por isso desde os meus sete anos de idade, quando minha tia foi na jornada no Canadá, meus olhos brilharam, se encheram de lágrimas, eu estava ali, eu consegui, ele me passou uma paz de espirito tão grande.
Fiquei triste em descobrir que minha fé ainda é pequena pois não consegui ficar até ao final da missa, já não sentia mas meu corpo, eu andava e não sentia meus pés, a fome já estava muito grande, esse é meu único arrependimento de não ficar um pouco mais, de não ficar até o final e receber o corpo de cristo.
Espero aumentar minha fé, e em 2017 estarei lá de novo, mais forte, mesmo que tenha que passar por tudo isso eu estarei lá, e essa foi a primeira de muitas viagens como PELEGRINA de CRISTO.
Ah! Deus é tão forte que eu podia ter ficado realmente muito doente por conta da chuva, e friagem, mas a chuva não passou de água benta sobre nós, obrigada por tudo Papai do céu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário