quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Desculpe a raiva gurias.



Já tem um tempo que estou aprendendo a lidar com esse sentimento amor. E ''ca'' entre nós ele doí pra caramba viu. Não acredito na descrença do amor, e muito menos nos boatos espalhados por esses ''espalha fatos'' que existem que dizem ''O amor de verdade não doí'', tudo mentira amor de verdade doí sim viu e doí muito, doí que até sangra. Ou você pensa que é fácil forçar um sorriso no rosto, quando o único cara que você ama passa com a atual esposa no carro? 
Sabe eu nem ia escrever sobre isso, queria escrever hoje de coisas românticas, falar do Natal, dos meus encontros mais recentes, mas não consigo porque minha mente esta ocupada de mais lembrando da cena ridícula de ambos juntos. Tenho muita novidade pra escrever, tenho que postar as fotos das minhas compras e mimos de fim de ano, mas esta turbulência na qual eu sofro de corpo e alma não me deixa fazer isso. Desculpa? 
Sabe leitoras, eu nunca pensei que esse reencontro séria assim, depois que ele foi embora não tinha mais visto ele, e não pensava que isso viria a ser feito. Meu coração disparou no exato momento que minha irmã me diz ''Maura o Juninho ta aqui, acabou de passar de carro.'' e assim que viro ele volta a passa de carro com a sua amada esposa. 
Amada esposa o caramba, não é que eu não goste dela, até sou grata por ela o fazer feliz, mas não sei doí muito saber que a blogueira bobona aqui não deu conta do recado e não o fez feliz.           
 Ah que saber eu não quero mais falar de amor! Estou de greve, quem quiser ler sobre amor que leia outro blog. Chega cansei de escrever!!
 Desculpe a raiva gurias, precisava desabafar, vou ver se ainda consigo falar desse sentimento tão confuso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário